31 de agosto de 2011

Stênio Andrade

Nervo artificial

Olá, meus queridos leitores, eu sei que estou em divida com vocês, faz um tempinho que nao publico nada, mas também o tempo nao ajuda, segundo semestre começou faz tempo, e já começou carregado,  cheio de trabalhos e provas. Sem mais delongas leiam essa matéria que encontrei no blog Filhos de Hipocrates muito interessate sobre Nervo artificial.

http://3.bp.blogspot.com/-2xaNrOpyIBA/TZ4p4fLRTbI/AAAAAAAAA5E/u4VMSA3KxfM/s320/artificial%2Bnerve.jpgAté hoje a melhor opção existente para recuperação de movimentos devido a lesões em nervos periféricos era o enxerto. Este consiste da retirada de nervos periféricos do membro inferior e implantação no nervo lesado. Mas essa pode deixar de ser a melhor opção pois pesuisadores franceses e brasileiros conseguiram desenvolver o nervo articial. É um cilindro de polímero que possui cavidades microscópicas contendo fatores de crescimento específicos para o tecido nervoso periférico. Este é implantado e libera aos poucos os fator de crescimento até que a estrutura de polímero seja totalmente reabsorvida e a lesão corrigida. Em ratos mostrou a recuperação de 90% dos movimentos perdidos. Os testes clínicos com o nervo artificial vão decorrer a partir de Setembro e envolver 20 centros de investigação do Brasil , França, Suíça e Estados Unidos, sendo que cada instituição vai seleccionar 20 voluntários. No total, haverá 400 participantes que indicarão se esta invenção é viável para ser usada em larga escala. Acredita-se que essa tecnologia servirá de base para reconstrução de outros tecidos.

0 Comentários:

Postar um comentário